Blog Esportivo

 

INTRODUÇÃO: BLOG ESPORTIVO

 

Confiram a opinião dos nossos colunistas: Leandro Arévalo (Colorado Apaixonado), Vitor Miranda (Resenha Tricolor) e Nicolas Sanchez (Esporte é Saúde!). O desempenho da dupla Grenal sob a ótica de torcedores fervorosos e as notícias esportivas pelo mundo!

 

COLORADO APAIXONADO – por Leandro Arévalo

 


A temporada acabou no dia 06/11!

 

Depois do último Gre-Nal o Inter não fez mais nada na temporada! Fracasso atrás de fracasso!

 

Merece vaias depois de perder por 2 x 1 do Atlético-GO em casa.  Sul-americana está de bom tamanho para essa equipe sem recursos! Em 2 minutos acabaram com o que haviam construído em 35 minutos. Saem ganhando, mas dão espaço para o time adversário criar sem marcação!! Cuesta sendo usado como armador de jogada!

 

Tá errado! Vergonhoso! Tem que ter mudanças! Tá evidente isso!

 

Diretoria, jogadores, treinador! Não dá! Mediocridade em diversos aspectos! Não conseguem contratar um jogador, sempre perdendo disputas contra outras equipes interessadas com menos recurso financeiro!

 

Paulo Paixão! Tu (vencedor na vida) foste a voz do povo!

 

Estou sem perspectiva. A torcida está. Começa o ano em crise. Se recupera no meio da temporada com uma competição a disputar e no fim, quando deveria dar o print para buscar uma vaga direta na fase de grupos, faz esse fiasco no fim de temporada tirando o sentido dela. 

 

Pelo amor de Deus! Contratem uns jogadores úteis! Tá definhando esse grupo! Tá manjado! Tá muito previsível! Tá lento! Tá pouco organizado! Tá pouco aguerrido! Tá conformista!

 

Vai fazer fiasco ano que vem se não contratar treinador e jogadores com potencial de brigar por título. Vão para a série B em 2023! GRUPO CURTO e desqualificado!

 

Abraço, nação!

 

Próximo jogo do colorado: 09/12 (quinta-feira) - 21h30, contra o Bragantino em São Paulo, pela última rodada do Brasileirão 2021.

 

 

 RESENHA TRICOLOR – por Vitor Miranda

 

Ainda na fila de espera do Milagre!

Hey TRICOLORES, neste domingo lá na casa do Corinthians, mais um jogo de decisão diante de um dos melhores times nesse campeonato, com uma boa campanha e que assim como nós, precisava de 1 vitória para atingir seus objetivos de vaga direta na Libertadores, e nós, em contrapartida, ainda tentando desesperadamente, se mantermos na elite do futebol em 2022.

Iniciamos o jogo muito bem até, com a marcação alta, homem a homem, marcando a saída deles, explorando os erros e jogando em cima das falhas deles, a exemplo do que fizemos contra o São Paulo, no jogo anterior.

Novamente a tática desenvolvida, surtiu efeitos e deu resultado, pois saímos da 1ª etapa com vantagem numérica no placar, jogamos melhor que o nosso adversário, que nem nos ameaçou naquela etapa, exceto numa finalização do William, mas que o árbitro tinha invalidado o lance antes. Marcamos melhor, produzimos mais que eles, portanto, a vantagem parcial naquela etapa penso ser justa.

Voltamos para a 2ª Etapa, já um pouco mais cautelosos, já não fazendo tanto aquela marcação alta, como na primeira etapa, isso a meu ver, começou a estimular o adversário a ir mais a frente, em busca da virada e do resultado que lhe interessava. Passamos a arriscar mais nos contra-ataques, porém esses, sem nenhuma efetividade.

De outra banda nosso adversário, mesmo com a posse de bola propondo o jogo, também não nos ameaçava tanto, não conseguiam entrar na nossa área, pois o nosso sistema defensivo estava muito bem no jogo. Tanto é que até aos 40 minutos da segunda etapa, eles só tinham criado uma chance de gol, o que convenhamos, era até pouco para às pretensões deles nessa partida.

A meu ver tudo vinha bem até os 25-30 minutos daquela etapa, onde começaram as substituições "questionáveis" do nosso treinador, primeiro por lesão, perdemos o melhor jogador de nosso time, novamente o volante Thiago Santos, fez um partida exemplar, junto com o outro volante, Lucas Silva, esses tem sido o ponto de equilíbrio, lucidez, garra e dedicação no time nessa reta final de campeonato.

Depois, pelo cansaço e extenuação física, perdemos o nosso artilheiro e o meio campista Campaz, realmente às substituições feitas (Borja e Vilassanti), não foram à altura dos que deixaram o campo e isso, logicamente, nos fragilizou em campo, tornando o nosso adversário, mais agudo em campo, a partir dos 30m daquela etapa.

Aí venho outra substituição que achei totalmente equivocada do nosso treinador, trocando o meia-atacante, Jonathan Robert por um zagueiro, ali, penso que ele definitivamente, "abdicou' de atacar e pensou, erroneamente, em só se defender, atraindo cada vez mais o adversário a ocupar o nosso campo de defesa.

Infelizmente o castigo dessa postura defensiva chegou aos 41 minutos daquela etapa, quando o habilidoso jogador Renato deles, recebeu livre de marcação, avançou e com um belo e certeiro chute de fora da área, fez um golaço, para nossa infelicidade, deixando nossa situação já delicada mais crítica ainda.

Dali em diante, voltou a desestabilização emocional e a pane em nossa equipe. E o Corinthians ainda teve 2 chances claras para virar o placar, se não fosse uma grande defesa de nosso goleiro e depois, o zagueiro Juan, que a recém tinha entrado no jogo, nos salvaram do sepultamento, ainda na tarde de ontem.

Agora, a partir de hoje, estamos literalmente a espera de em milagre, pois não basta apenas ganharmos o nosso último jogo na Arena, na próxima 5ª feira. Temos que torcer para 2 dos 3 inimigos diretos nossos não pontuaram sequer, se quisermos salvar esse catastrófico ano de 2021 para nós.

É difícil tal condição? Lógico que é praticamente impossível, porém, de outra sorte, eu fico até surpreso, às vésperas da final do campeonato, nós ainda termos um fio de esperança, pois tanto eu, como a maioria dos torcedores tricolores, achava que após o Grenal tudo estava perdido.

Enquanto há vida há esperança, enquanto houver bambu, ainda haverá flechas, enquanto houver respiração, haverá sopros, etc... etc....

Assim será nossa torcida, calvário, peregrinações... veremos logo mais e até a próxima e última rodada, TRICOLORES.

Oremos cada vez mais!!!

Próximo jogo do tricolor: 09/12 (quinta-feira) - 21h30, contra o Atlético/MG na Arena do Grêmio, pela última rodada do Brasileirão 2021.